Municípios são convidados a participar de consulta aberta sobre o 8° Fórum Mundial da Água

O Fórum Mundial da Água é o maior evento global sobre o tema água e é organizado pelo Conselho Mundial da Água, uma organização internacional fundada em 1996, que reúne que reúne cerca de 400 instituições relacionadas à temática de recursos hídricos em aproximadamente 70 países.

O Fórum é organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água juntamente com o país e a cidade anfitriã. Ao todo, já ocorreram sete edições do evento em sete países de quatro continentes. Em 2014, a candidatura do Brasil foi selecionada, e Brasília foi escolhida como cidade-sede do evento. Desse modo, o Brasil sediará, em 2018, a 8ª edição do Fórum, e o evento ocorrerá pela primeira vez no hemisfério sul.

O Fórum Mundial da Água contribui para o diálogo do processo decisório sobre o tema em nível global, visando o uso racional e sustentável deste recurso. Por sua abrangência política, técnica e institucional, o Fórum tem como uma de suas características principais a participação aberta e democrática de um amplo conjunto de atores de diferentes setores, traduzindo-se em um evento de grande relevância.

Para que você também possa fazer sua voz ser ouvida, foi criada uma plataforma de consulta aberta para que pessoas do mundo todo colaborem e influenciem nas discussões do Fórum. Essa será a oportunidade de expressar seus pontos de vista e interesses, além de compartilhar experiências, soluções e colaborar para enriquecer os debates sobre os rumos da gestão dos recursos hídricos no mundo.

A plataforma de consulta está aberta ao público (http://www.worldwaterforum8.org/pt-br/junte-sua-voz-ao-8%C2%B0-f%C3%B3rum-mundial-da-%C3%A1gua) e abriga discussões sobre temas relevantes até a realização do Fórum. São 6 salas de debate com foco em: Clima – segurança hídrica e mudanças climáticas; Pessoas – água, saneamento e saúde; Desenvolvimento – água para o desenvolvimento sustentável; Urbano – gestão integrada de água e resíduos urbanos; Ecossistemas – qualidade da água, subsistência de ecossistemas e biodiversidade; e Finanças – financiamento para segurança da água.

Fonte: Secretaria Nacional de Sanemanento Ambiental – SNSA do Ministério das Cidades

Deixe um comentario