Unesco diz que novos prefeitos devem priorizar educação

Os novos prefeitos e dirigentes municipais de Educação que vão completar, em abril, seus primeiros 100 dias de governo, devem se preocupar, muito mais do que seus antecessores ou com que eles próprios fizeram em mandatos anteriores, com os investimentos na Educação Básica. O recado é da coordenadora de Educação da Unesco, Maria Rebeca Otero, que vai abrir, no dia 10 de abril, a Jornada dos 100 Dias na Educação, que reunirá prefeitos e dirigentes de Educação dos municípios brasileiros.

Além de apresentar indicadores recentes que mostram como o Brasil e as cidades brasileiras estão caminhando para cumprir acordos e compromissos internacionais como os objetivos do milênio, Rebeca pretende mostrar aos prefeitos, a partir de casos concretos, como gestões bem sucedidas na área da Educação – que consome um quarto dos orçamentos municipais – conseguem contaminar positivamente outras áreas da administração.

A Jornada dos 100 Dias na Educação é uma iniciativa da Associação Brasileira de Municípios (ABM) e da Fundação Observatório do Livro e da Leitura e terá 4 dias de duração. A novidade é que, pela primeira vez, será realizada exclusivamente pela internet, com palestras, conferências e debates online.

Segundo levantamento da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), houve uma renovação de mais de 80% nas administrações nas últimas eleições municipais. O presidente da Undime, Alessio Costa Lima, alerta que as prefeituras devem adotar várias medidas na área já nos primeiros meses da gestão, a fim de evitar transtornos e problemas sérios mais adiante.

Os prefeitos e dirigentes municipais de Educação também vão descobrir como, em tempos de crise, obter recursos de projetos e programas do Ministério da Educação. Para o presidente da ABM, Eduardo Tadeu Pereira, mesmo prefeitos que já exerceram a função no passado precisam estar mais atentos, em 2017, por causa das novas obrigações trazidas pelo Plano Nacional de Educação.

O formato de evento virtual foi testado com sucesso pelo Observatório durante Conaler, 1º Congresso Nacional de Leitura 100% online, que teve 5.668 participantes. Segundo seu presidente, Galeno Amorim, esse tipo de evento online abre oportunidades para mais gestores participarem e também representa economia de custos e de tempo nas agendas dos gestores.

Boa parte dos palestrantes são atuais e antigos secretários municipais de Educação que tiveram gestões bem-sucedidas em áreas como Administração, Alimentação, Transporte, Democracia e Projeto Pedagógico e agora vão compartilhar suas experiências com os novos gestores. A Undime disponibiliza, gratuitamente, um portal (www.convivaeducacao.org.br) para as prefeituras que quiserem fazer online a gestão das políticas de Educação sem precisar investir em plataforma própria.

As vagas para a Jornada dos 100 Dias na Educação são gratuitas, porém limitadas.

As inscrições podem ser feitas na página www.observatoriodolivro.org.br/jornada.

Imagem: UNESCO

Deixe um comentario